quarta-feira, 21 de abril de 2010

So much better

"E se a resposta pra tudo estivesse nas suas mãos? E se a fuga que você tanto busca estivesse nesse frasco? O que você faria?"

As vozes se pronunciam novamente,expondo suas opiniões. Todas elas querem me dizer o que fazer, mas eu não me importo. No fundo, eu já sei o que vou fazer, o que significa que vou fraquejar novamente. Os motivos são palpáveis, está no ar, bem à vista de qualquer um. Eu poderia tentar esconder, eu poderia mesmo. Mas não vou. é uma ótima oferta, mas não vou aceitá-la. Não sou uma barbie, não fico sorrindo o tempo todo e bancando a idiota sem cérebro. Eu vou sentir intensamente cada sentimento,vou ouvir cada palavra, beber cada gota de sangue que sai de mim.  Vou ficar com todo esse vazio, tão consolador, tão honesto. Eu estou aqui, mostrando-me, nua e tão vazia, enquanto você finge ser feliz, fazendo o papel de barbie social. É admirável sua coragem, devo ressaltar essa vírgula, porém é absurdamente mesquinho. Enoja-me ver a que ponto a situação chegou, a que extremo você foi para me abrir esse buraco. Sim, eu estou no fundo do poço, sem enxergar qualquer luz, mas ainda estou viva. O buraco é a prova de que tudo realmente aconteceu, de que toda a dor valeu a pena, de que cada pedaço de tempo não foi em vão. Eu aprendi a não esperar, a não tentar, a abandonar a esperança, tão inutilmente solitária. O coração ainda funciona, e cada batida, cada fração de segundo, dói terrivelmente. Respirar causa dor, como um quase afogamento, uma busca incessante por mais vazio, por mais nada. 
O futuro não desperta mais interesse, ele é monótono. Eu estou enlouquecendo, quebrando todas as regras, cometendo um suicídio em câmera lenta, e você está aí, parado, todo certinho, fazendo tudo o que te mandam, como um cachorrinho de madame. Eu estou respirando com dor, não estou tentando esquecer nada, e você está passando por cima de tudo, como se a sua ponte não fosse cair um dia.
Oh querido, eu te conheço melhor do que pensas, porque eu me conheço, e te vejo refletido em mim. Meu pequeno e doce hipócrita, tente fugir de si mesmo,e veja quão profundo será o corte depois. Olhe nos meus olhos, diga como está feliz, como será bom ter uma vida sem problemas, tão tranquila, sem erros. Engane-se mais e mais a cada dia, não busque nada, seja todo mundo, esqueça você. Vamos lá, é apenas uma sugestão, um palpitar de opinião, um finito particular.
Ainda estou esperando a resposta... Ainda consegue me ver?
Estou bem diante dos seus olhos.

2 comentários:

  1. Passando pra dar um oi e parabenizar novamente vc pelo seu talento!

    Bjo gatinha

    ^^,

    ResponderExcluir